Boletim informativo da Holos Consultores n. 56 - ano 15 - 01 Março de 2020

Editorial

 

No nosso primeiro editorial do ano venho ressaltar dois pontos que considero importantes: Como encarar as mudanças e o trabalho em equipe.

A importância de encarar as mudanças se reflete nos excelentes resultados que temos tido ao longo dos anos em que enfrentamos novos desafios – e foram todos vencidos. Aprendemos que por mais difícil que pareça, mudanças são necessárias. O mundo está em constante mudança e se não mudarmos com ele, estamos fora do mercado. Não será diferente desta vez. É um novo ano, e novos desafios virão. Cada dia, cada mês, cada ano é um novo recomeço. Então, mais uma vez iremos seguir determinados, com garra, determinação e foco no objetivo: Fazer o melhor sempre, vencendo nossos próprios limites.

 

O segundo ponto que enfatizo é a importância do trabalho em equipe numa empresa. Quando digo “empresa”, me refiro a todos que fazem parte do processo seja ele de direção, administração ou operacional. Trabalhar em equipe é saber ser parte de um todo. É como ser uma parte fundamental de um corpo, mas sabendo que sem corpo essa parte de nada serve. Ter a capacidade de trabalhar bem em equipe mostra humildade, tolerância, inteligência emocional e companheirismo. Ninguém é nada sozinho. E se queremos fazer algo grande, importante e que nos traga orgulho, precisamos fazer em equipe. Alcançar o sucesso com um esforço coletivo é muito mais prazeroso, além de ficarmos mais motivados e comprometidos, afinal uns dependem dos outros, e todos são responsáveis pelas falhas e pelo sucesso. Por isso, o trabalho em equipe deixa todos mais fortes.

 

Acredito na empresa, e acredito no comprometimento dos colaboradores que encaram seus desafios diariamente. O bom de todo esse processo é que quando menos se espera, nós nos superamos, basta não parar de tentar. Encare as suas limitações como obstáculos a serem ultrapassados e não como barreiras que forçam você a parar. Não há nada melhor do que sentir que se é capaz de ultrapassar os seus próprios limites, e se sentir um vencedor.

 

 

Márcio José Soares Pinto.

 

Sócio Diretor

.

Enfoque

 

Leitura interessante para crescimento profissional...

O GESTOR E A PARÁBOLA DA SOPA DE PEDRAS

Um velho andarilho chega a um vilarejo humilde e pede um lugar para passar a noite. As pessoas evitam o contato com ele dizendo que não possuem comida suficiente para se alimentarem, logo não teriam o que dar de comer a ele também. O velho homem diz então que não está interessado em comida, só no lugar para dormir porque iria fazer uma deliciosa sopa de pedras. Os moradores do vilarejo observam o andarilho tirar algumas pedras de um embrulho de linho e colocar em um caldeirão com água. Conforme preparava a sopa, o homem salivava e lambia os beiços, o que atiçava a curiosidade das pessoas, que já não se alimentavam bem. Um homem se aproxima e o andarilho diz que se tivesse uma cenoura a sopa ficaria fantástica, o aldeão traz e entrega a cenoura para o andarilho. Outras pessoas se aproximam e o homem diz que uma vez colocou um pedaço de carne salgada e a sopa ficara digna de reis, e assim outro aldeão trouxe a carne. O fato foi se repetindo com cebola, couve e outros ingredientes. Com a sopa pronta, o velho dividiu com todos o conteúdo do caldeirão, alimentando assim a todos. No dia seguinte o andarilho se levantou e partiu, mas antes entregou o embrulho de linho com as pedras mágicas a um garoto e lhe contou que o segredo da sopa de pedras era a colaboração de todos.

Assim é no mundo corporativo. Temos gestores que, assim como o líder da aldeia, estimula a cultura do cada um por si, onde o resultado acaba sendo pobre e insuficiente, às vezes sendo apenas o suficiente para alcançar o planejamento das metas do mês. Em contra partida, em algum momento surgem gestores que, como o velho andarilho, chegam para mudar a cultura dos colaboradores, fazendo-os trabalhar em equipe, para que o resultado não seja apenas o suficiente para bater as metas estabelecidas, mas para fazer com que todos consigam superar as metas e de maneira que tenham um crescimento profissional no percurso.

Fazer a gestão de uma equipe vai além de manter um ambiente estressante e uma busca insana atrás dos resultados, através de um caminho cheio de solavancos, fazendo com que muitas vezes a equipe atue apagando incêndios cada vez maiores. Tornar uma equipe em um time de alto desempenho, engajado e alinhado com as estratégias da empresa requer uma dedicação do gestor em relação aos colaboradores. O gestor precisa criar um relacionamento claro, ágil e honesto com quem trabalha e a comunicação é a sua principal ferramenta para que isso aconteça.

 

“Não faz sentido olhar para trás e pensar: devia ter feito isso ou aquilo, devia ter estado em tal lugar. Isso não importa. Vamos inventar o amanhã e parar de nos preocupar com o passado”

 

Steve Jobs, criador e fundador da Apple e seu “recriador”, anos mais tarde, ao voltar a dirigir a empresa depois de ter sido afastado.

 

 

FONTE:https://www.google.com/search?q=CRESCIMENTO+PROFISSIONAL+FRASES&tbm=isch&ved=2ahUKEwjBuv33ivXnAhUDCrkGHd7fDPEQ2-

.

Segurança...

DIREÇÃO DEFENSIVA – TRÂNSITO SEGURO

A direção defensiva está cada vez mais em pauta. Afinal, responsabilidade e consciência no trânsito são fatores determinantes para que acidentes e outros problemas mais graves não coloquem em risco a vida de motoristas, passageiros e pedestres.

Mortes e acidentes no trânsito são ocorrências comuns em todos os cantos do país. Situação que chama a atenção dos condutores para adotar uma postura mais consciente e responsável no trânsito.

 

Por isso, hoje as autoridades ligadas ao setor preocupam-se em criar regulamentações que estimulem a direção defensiva no dia a dia. Ao mesmo tempo, têm procurado endurecer  as penas para quem comete infrações administrativas e crimes na condução de veículos.

A direção defensiva, para que seja eficiente e resguarde a segurança de todos aqueles que trafegam pelas vias públicas, necessita ser realizada com base em alguns princípios. Observá-los é fundamental, já que assim você tem a garantia de estar fazendo a coisa certa.

 

FONTE: https://icetran.com.br/blog/impactos-direcao-defensiva-no-transito/

 

CURSO DE DIREÇÃO DEFENSIVA EM VARGINHA - DEZEMBRO/2019

EQUIPE SUL DE MINAS

CANTINHO DO AMIGO

SEMAD E PMMG VÃO RECEBER DOAÇÕES PARA CÃES E GATOS VÍTIMAS DAS CHUVAS EM MINAS GERAIS

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) e a Polícia Militar de Minas Gerias (PMMG) começam a receber, nesta quarta-feira (29/01), doações para cães e gatos. Os donativos serão destinados a animais cujos donos moram nas cidades que decretaram estado de calamidade pública ou emergência, em função dos episódios de chuva intensa que acometem o Estado desde a semana passada.

A campanha é coordenada no Núcleo de Fauna da Semad e visa a arrecadação de produtos que podem auxiliar na alimentação e nos cuidados com os animais atingidos. A coordenadora de fauna e pesca da Semad, Samylla Mol, explica que as doações podem ser entregues nas Superintendências Regionais de Meio Ambiente (Suprams) de Minas Gerais e nos Batalhões da Polícia Militar em todo o Estado.

“A princípio estamos priorizando recolher ração para cães e gatos, material de limpeza animal, vasilhames para alimentação, cobertores, toalhas, patês para cães e gatos, caixa de areia para gatos e caixas de transporte e coleira”, detalha. Segundo ela, não há necessidade, inicialmente, de doação de medicamentos veterinários.

É importante que, ao realizar a doação, as pessoas se identifiquem na Supram ou nos batalhões da PM para um maior controle da Semad sobre a situação. Ao todo, mais de 100 municípios mineiros que já decretaram emergência ou calamidade pública devem receber os donativos.

Segundo a coordenadora, a partir da Lei Estadual 23.304/2019 ficou estabelecido que caberia à Secretaria a tutela da fauna doméstica no Estado. “O animal doméstico está presente na maioria dos lares brasileiros. Quando uma situação de desastre atinge uma cidade, não só os lares e as pessoas, mas também os animais são atingidos. A idéia do Estado é desenvolver essa ação em favor da fauna doméstica”, afirma a Samylla.

A situação, apesar de triste, ajuda na estruturação de projetos e estratégias que podem ser aplicadas no manejo da fauna doméstica no Estado. “O pensamento em relação a um plano de ação, criação de estratégias, as medidas que podem ser tomadas para evitar que os danos tão catastróficos atinjam a fauna já vêm sendo pensados”, afirma o subsecretário de Fiscalização Ambiental da Semad, Robson Lucas.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, ressalta a importância da ação e o comprometimento do governo estadual em atender a todas as demandas relacionadas aos impactos da chuva. “É um trabalho que se estende desde às ações de prevenção, com a emissão de alertas meteorológicos e de defesa civil, passando pelo atendimento às pessoas atingidas e também aos animais”, afirma o secretário.

Neste último quesito, relacionado à fauna, a Semad assume o protagonismo do trabalho, tendo em vista que a fauna doméstica também passou a ser atribuição da secretaria, de forma inovadora e sem precedente em nenhum outro estado.

 

FONTE: http://www.meioambiente.mg.gov.br/noticias/4081-semad-e-pmmg-vao-receber-doacoes-para-caes-e-gatos-vitimas-da-chuva-em-minas

 Cantinho da Saúde

 

COMO EVITAR O NOVO CORONAVIRUS NO AMBIENTE DE TRABALHO

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um documento que orienta funcionários e empregadores sobre como se prevenir do coronavírus (covid-19) no trabalho.

O trabalho é um local onde infecções respiratórias como o novo coronavírus (cuja doença se chama covid-19) têm grande potencial de multiplicação. Ora, falamos de lugares em que as pessoas ficam juntas por horas, conversando umas com as outras e compartilhando documentos, equipamentos e outros materiais que podem alojar o vírus por horas. Como evitar que o surto que está se espalhando pelo mundo se aproveite do seu serviço para ser transmitido?

É isso o que pretende responder um documento recente da Organização Mundial da Saúde (OMS). Seguem algumas dicas:

 

  • Cadeiras, mesas, telefones, teclados computadores e outros equipamentos precisam ser higienizados com pano e desinfetante regularmente (a contaminação de superfícies é uma das principais formas de transmissão de covid-19).

  • Se possível e em caso de surto, incitar o trabalho remoto (em um esquema de home office, por exemplo) auxilia a evitar contatos desnecessários. Fora isso, os funcionários deixam de usar o transporte público, onde há grandes aglomerações.

  • Lenços descartáveis devem estar disponíveis em diversos locais do ambiente de trabalho para o empregado assoar o nariz ou tossir sem espalhar gotículas com vírus. Lixeiras com tampa precisam estar ao lado para jogar fora o papel adequadamente.

  • Se você está doente ou com febre e sintomas respiratórios, não vá ao trabalho. Os dirigentes nunca deveriam cobrar a presença de pessoas doentes no serviço.

  • Se não tiver um lenço à disposição, cubra a boca e o nariz com o antebraço ao tossir ou espirrar. E lave o braço assim que possível.

  • A empresa deve distribuir dispensadores com álcool-gel em locais visíveis. Esses equipamentos também podem ser usados para colocar sabão líquido no banheiro.

  • Pôsteres que promovam a lavagem das mãos são mais uma boa medida para os empregadores adotarem. Combine essa medida com outras de comunicação sobre higiene manual e outras atitudes saudáveis no serviço.

  • Se quaisquer sinais suspeitos aparecerem (tosse e até febre leve), fique em casa, evite contato próximo com os familiares e entre em contato com um médico.

 

“Agora é o momento para se preparar contra a covid-19. Simples precauções podem fazer uma grande diferença. As ações que sugerimos protegerão os funcionários e até o negócio”.

 

FONTE: https://saude.abril.com.br/medicina/como-evitar-coronavirus-trabalho/

Alimentação Saudável

VIGILÂNCIA SANITÁRIA ORIENTA SOBRE O CONSUMO DE ÁGUA E ALIMENTOS APÓS A CHUVA

Com a chuva intensa dos últimos dias, a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) reforça os cuidados básicos para minimizar os riscos de doenças que podem ser provocadas pelo consumo de água e de alimentos com possibilidade de contaminação. Além das orientações, o órgão realiza diariamente ações de prevenção a surtos, como a coleta desses e outros produtos para análise no Laboratório Municipal de Saúde Pública (LASP), em São Cristóvão.

Coordenadora da unidade, a médica-veterinária Roberta Ribeiro recomenda à população que redobre a atenção no período pós-enchente e alagamentos, quando é comum a água se misturar ao esgoto, lixo, produtos químicos e outras impurezas, podendo causar danos à saúde.

“Atitudes simples como observar o aspecto e o cheiro da água, limpar os reservatórios e lavar as mãos, frutas, legumes e verduras ajudam a evitar doenças. Outro aspecto fundamental é conferir as condições dos alimentos e dar preferência a frutas e legumes comercializadas em estabelecimento de confiança. Por isso, é muito importante que a população faça a sua parte, não só se prevenindo, mas também registrando irregularidades e mesmo suspeitas na Central 1746, para que nossas equipes possam atuar”,  orienta Roberta.

Dicas para minimizar riscos de contaminação:

  • Evite contato com água e lama contaminadas.

  • Higienize as mãos sempre que possível, principalmente, antes das refeições, após ir ao banheiro e na hora de manipular alimentos.

  • Lave os alimentos, em especial, frutas, legumes e verduras.

  • Mantenha os alimentos devidamente acondicionados em recipientes fechados, fora do alcance de roedores, insetos e outros animais.

  • Procure beber água tratada, proveniente da rede de abastecimento local. Caso não tenha certeza da procedência, ferva por cinco minutos para o consumo e preparo de alimentos ou adicione duas gotas de água sanitária (hipoclorito de sódio 2,5%) por litro de água e aguarde 30 minutos para o uso.

  • Proteja e mantenha a caixa d’água tampada para evitar acesso de insetos, roedores e outros pequenos animais.

  • Não acumule lixo, entulhos e materiais de construção.

 

FONTE: https://www.srzd.com/brasil/cuidados-saude-vigilancia-orienta-consumo-agua-alimentos-apos-chuva/

Eventos

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

A ORIGEM OPERÁRIA DO 8 DE MARÇO

Muitas pessoas consideram o 8 de Março apenas uma data de homenagens às mulheres, mas, diferentemente de outros datas comemorativas, ela não foi criada pelo comércio e tem raízes históricas mais profundas e sérias.

Oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, o chamado Dia Internacional da Mulher é comemorado desde o início do século 20.

Hoje, a data é cada vez mais lembrada como um dia para reivindicar igualdade de gênero e com protestos ao redor do mundo - aproximando-a de sua origem na luta de mulheres que trabalhavam em fábricas nos Estados Unidos e em alguns países da Europa.

Elas começaram uma campanha dentro do movimento socialista para exigir seus direitos - as condições de trabalho delas eram ainda piores que as dos homens à época.

A origem da data escolhida para celebrar as mulheres tem algumas explicações históricas. No Brasil, é muito comum relacioná-la ao incêndio ocorrido em Nova York no dia 25 de março de 1911 na Triangle Shirtwaist Company, quando 146 trabalhadores morreram, sendo 125 mulheres e 21 homens (na maioria, judeus), que trouxe à tona as más condições enfrentadas por mulheres na Revolução Industrial.

 

FONTE: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-43324887

Margaret Thatcher (A “Dama de Ferro” ficou conhecida por ser a primeira mulher a ser primeira-ministra do Reino Unido)

“Preserve o Meio Ambiente”

SUSTENTABILIDADE E MEIO AMBIENTE: ENTENDA A RELAÇÃO

Podemos dizer que sustentabilidade e meio ambiente sempre “andam de mãos dadas”.  A sustentabilidade é basicamente a capacidade que o ser humano possui de usufruir dos recursos naturais presentes no planeta sem comprometê-los para as gerações futuras. Quando falamos de recursos naturais, estamos nos referindo basicamente ao meio ambiente, pois tudo que utilizamos no nosso dia-dia depende diretamente ou indiretamente dele. Preservar o meio ambiente, dessa forma, se torna um dos principais princípios da sustentabilidade.

O significado de sustentabilidade é complexo e envolve uma série de variáveis independentes entre si. Porém, todos os processos e aspectos sociais, energéticos, econômicos e ambientais estão diretamente envolvidos nesse conceito.

Os chamados pilares da sustentabilidade

Se atentar a detalhes relacionados à sustentabilidade e meio ambiente é importante para qualquer atividade exercida pela sociedade. Esses princípios se aplicam para qualquer empreendimento. Na agricultura, os sistemas de produção agrícolas sustentáveis devem seguir os chamados quatro pilares da sustentabilidade, sendo eles: Ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e tecnicamente aplicável.

Qual a relação entre a produção agrícola, sustentabilidade e meio ambiente?

A sustentabilidade e meio ambiente tem sido um dos principais enfoques na agricultura nas últimas décadas. A comunidade de pesquisadores, agricultores, agrônomos e demais profissionais tem buscado incessantemente sistemas de produção agrícola que possam aliar os quatro pilares da sustentabilidade e ao mesmo tempo garantir a boa produtividade agrícola e o lucro para o produtor.

Em um mundo industrializado e competitivo, onde a demanda por alimentos e maiores produções cresce cada vez mais, o cuidado e preocupação com o meio ambiente acaba sendo deixado de lado e o lucro econômico acaba se tornando o único objetivo da produção agrícola. Por esse motivo, muitas práticas como utilização de monoculturas de soja, revolvimentos ocasionais do solo e uso excessivo de pesticidas tem se tornado comum na agricultura principalmente no Brasil onde o ataque de pragas e doenças é intenso devido ao clima favorável.

A economia do Brasil tem estado em franco crescimento. Ao longo da última década, subiu da nona para a sexta maior economia do mundo. Embora este crescimento tenha trazido muitos benefícios socioeconômicos, acarretou uma desvantagem: impactos ambientais significativos. O Brasil tem uma das maiores taxas de desmatamento  do mundo e a poluição ameaça o abastecimento de água potável no País. Apesar de uma recente queda nas emissões nacionais de gases de efeito estufa, as emissões agrícolas e a demanda energética continuam a crescer. Essa faca de dois gumes levanta uma pergunta importante: o Brasil, com tantas hot spots de biodiversidade e a maior floresta tropical do mundo, vai ter que optar entre o crescimento econômico e a conservação ambiental? Um grupo de grandes empresas acredita que não e está começando a demonstrar que o setor empresarial no Brasil pode ser as duas coisas: sustentável e lucrativo.

 

FONTE: http://blog.agropro.com.br/sustentabilidade-e-meio-ambiente/

HOLOS CONSULTORES ASSOCIADOS LTDA.

Rua Silva Ortiz, 223 – Floresta, Belo Horizonte, MG – CEP: 30150-130

Telefone: (31)3267-5300

E-mail: holosconsultores@holosconsultores.com.br

Sócio-diretor: Márcio José Soares Pinto

Diretor executivo: Celso Antônio Advíncula Vitor

Responsável boletim Holos IN: Conceição Aparecida da Silva

Ajude-nos a melhorar, mande sua opinião e sugestão sobre o Holos in, através do nosso site: www.holosconsultores.com.br, do nosso e-mail holosconsultores@holosconsultores.com.br ou pelo telefone (31)3267-5300.

© 2018 Holos Consultores